sábado, 02 de março, 2024

Bitcoin

A+ A-

Tempo médio para confirmação de transação na rede Bitcoin (BTC) demora 14,8 horas

Esse é o maior período desde 2021, quando blockchain chegou a 50 horas até abono

quinta, 13 de abril, 2023 - 17:00

Redação MyCryptoChannel

O tempo médio para a confirmação para uma transação na rede Bitcoin (BTC) atingiu o pico de 887,66 minutos — 14,8 horas — na ultima quarta-feira (12). O indicador mede o tempo médio que leva entre o envio de BTC e a confirmação na blockchain.


Esse foi o maior valor desde 2021, quando o tempo médio chegou ao redor de 50 horas por confirmação.


Além disso, o índice é indicador que demonstra apenas uma transação ponto-a-ponto do envio e recebimento do BTC. Não tendo relação com as operações de câmbio (compra e venda) realizadas em corretoras, cujo tempo de execução depende de cada exchange.

A métrica é fornecida pela plataforma YCharts. Empresa essa que monitora a blockchain do Bitcoin. A companhia explicou que o índice “trata-se do tempo médio para uma transação (…) ser incluída em um bloco minerado e adicionada ao registro público [da blockchain]”.


Isso significa que usuários que tentaram enviar BTC na quarta precisaram esperar, em média, 15 horas para ter seu envio confirmado. Além disso, ao se tratar de uma média, é correto assumir que alguns usuários conseguiram confirmações em mais ou menos tempo do que esse período.
 


 

Bitcoin

Ataque à conta da MicroStrategy no Twitter leva ao roubo de US$ 440 mil

Mesmo com golpe, empresa compra mais 3 mil Bitcoins

segunda, 26 de fevereiro, 2024 - 15:33

Redação MyCryptoChannel

hacker ge8a043e06_1280

Continue Lendo...

A conta oficial da MicroStrategy no X, antigo Twitter, foi comprometida no último final de semana, levando a um golpe com criptomoeda que resultou no roubo de cerca de US$ 440 mil. 

Na noite de domingo, uma postagem na conta da MicroStrategy promoveu um "token Ethereum oficial" da empresa. O link incluído na publicação direcionava os usuários a um site fraudulento para reivindicar o token, mas na verdade era um esquema de phishing. 

Tanto o detetive da blockchain ZachXBT quanto a empresa de segurança PeckShield alertaram os usuários sobre a exploração. ZachXBT afirmou que essa postou resultou em US$ 440 mil roubados das vítimas do ataque. 

A MicroStrategy é conhecida por sua estratégia de investimento em Bitcoin (BTC), com o cofundador Michael Saylor defendendo a criptomoeda como uma "estratégia de saída". Na semana passada, Saylor disse à Bloomberg que as criptomoedas são "tecnicamente superiores" a classes de ativos como o ouro. 

Apesar do ataque, a MicroStrategy não se intimidou e comprou mais 3 mil Bitcoins na manhã desta segunda-feira (26), elevando seu total para mais de 193 mil BTCs. A compra mais recente totalizou US$ 155 milhões, com um preço médio por Bitcoin de US$ 51 mil. 

 

 

 

 

Bitcoin

Trump suaviza posição sobre Bitcoin (BTC), mas mantém dólar como prioridade

Ex-presidente dos EUA reconhece crescente adoção da criptomoeda

sexta, 23 de fevereiro, 2024 - 14:20

Redação MyCryptoChannel

Continue Lendo...

Em um evento na Carolina do Sul, o ex-presidente dos EUA, Donald Trump, pareceu amenizar sua postura em relação ao Bitcoin, reconhecendo sua crescente adoção e abertura para sua utilização como forma de pagamento. 

Embora tenha criticado o Bitcoin em 2019, Trump agora reconhece que "muitas pessoas estão adotando" a criptomoeda e que ele está "vendo pessoas querendo pagar [com] Bitcoin". Ele afirma que pode "conviver com isso de uma forma ou de outra", demonstrando uma mudança significativa em sua posição. 

Trump também se envolveu em projetos do setor cripto, lançando ou tendo projetos lançados em seu nome e em sua carreira política. Ele mencionou a necessidade de regular o mercado de criptomoedas, que "ganhou vida própria", reconhecendo a importância de um ambiente regulatório para este setor em crescimento. 

Apesar da mudança de postura em relação ao Bitcoin, Trump reitera sua priorização do dólar como moeda global. Ele afirma: "Quero que o dólar seja a moeda do mundo – foi o que sempre disse", demonstrando que o dólar ainda é a principal moeda em sua visão. 

Em contraste com Trump, o presidente Joe Biden tem demonstrado uma postura mais ativa em relação à criptomoeda. Ele lançou uma ordem executiva delineando o potencial uso indevido de criptomoedas e pressionou por medidas fiscais e regulatórias para o setor.