sábado, 22 de junho, 2024

Exchange

A+ A-

Binance Austrália tem atividades de derivativos encerrada no país

Decisão foi tomada pela Comissão Australiana de Valores Mobiliários e Investimentos (ASIC) na última quarta-feira e exchange tem até o dia 21 de abril para finalizar seus negócios

quinta, 06 de abril, 2023 - 10:53

Redação MyCryptoChannel

A Comissão Australiana de Valores Mobiliários e Investimentos (ASIC), na última quarta-feria(4), cancelou a licença de derivativos da Binance Austrália. Sendo uma subsidiária da maior exchange de criptomoedas do mundo em volume de negociação, a Binance Austrália recebeu ordem para fechar todas as posições de derivativos em aberto de seus clientes até 21 de abril.


Recentemente, a ASIC anunciou a imprensa que vem realizando revisões direcionadas aos negócios da Binance. "É de fundamental importância que os titulares de licenças AFS classifiquem os clientes de varejo e atacado conforme a lei. Os clientes de varejo que negociam derivativos criptos têm importantes direitos e proteções ao consumidor sob as leis de serviços financeiros na Austrália, incluindo acesso a soluções de conflitos externos através da Autoridade Australiana de Reclamações Financeiras", disse o presidente da ASIC, Joe Longo.


Longo acrescentou que a ASIC apoia um quadro regulatório para criptomoedas na Austrália, insistindo que a decisão final cabe ao governo.

 
A Binance encontra-se em um cerco de reguladores na última semana passada. Tendo além dos problemas enfrentados na Austrália,  a Comissão de Negociação de Futuros de Commodities dos EUA (CFTC) movendo um processo contra a exchange por operar produtos derivativos nos Estados Unidos.


Em comunicado oficial, a Binance Austrália disse estar "encerrando" seu produto de derivativos para "buscar uma abordagem mais focada".
 

Criptomoedas

Polygon Labs lança programa de US$ 85 milhões para impulsionar desenvolvimento de aplicativos

Plataforma de escalonamento incentiva projetos DeFi, jogos e mídia social com doações generosas do token MATIC

quinta, 09 de novembro, 2023 - 11:18

Redação MyCryptoChannel

Continue Lendo...

A Polygon Labs deu início a um programa de subsídios para atrair desenvolvedores para construir aplicativos dentro de seu ecossistema. Dessa forma, a empresa disponibilizou um montante de 110 milhões do token MATIC, avaliado em cerca de US$ 85 milhões no momento da redação.

 

Incentivos generosos para diversos setores

O programa de subsídios da Polygon Labs abrange uma variedade de setores, desde finanças descentralizadas (DeFi) até jogos e mídia social. Com uma visão abrangente, a plataforma impulsionará a inovação em várias verticais, promovendo o crescimento sustentável de seu ecossistema.

 

Doações diretas e oportunidades para estágios iniciais e posteriores

Os desenvolvedores que já avançaram para estágios posteriores podem almejar doações diretas de até 2 milhões de MATIC, equivalente a US$ 1,55 milhão, conforme anunciado pela Polygon Labs em um comunicado nesta quinta-feira (9).

 

Para projetos em estágio inicial, a oportunidade se apresenta nas chamadas subvenções de financiamento quadráticas, onde membros da comunidade contribuem com doações que funcionam como votos para a atribuição desses recursos.

 

Diversidade e inovação

Ao abrir espaço para projetos em vários estágios de desenvolvimento, a Polygon Labs demonstra seu compromisso com a diversidade e inovação dentro de seu ecossistema. Essa iniciativa não apenas promove o desenvolvimento de aplicativos na Ethereum Polygon, mas também fortalece a comunidade e estimula a colaboração entre os desenvolvedores.

Corretoras

BitGo recebe licença de custódia de criptomoedas da BaFin na Alemanha

Empresa regulamentada nos EUA reforça posição no mercado europeu de ativos digitais

domingo, 05 de novembro, 2023 - 12:00

Redação MyCryptoChannel

Continue Lendo...

A BitGo, uma empresa de custódia de criptomoedas regulamentada nos Estados Unidos, conquistou recentemente uma licença de custódia de criptos da Autoridade Federal de Supervisão Financeira Alemã (BaFin), consolidando sua presença no mercado europeu de ativos digitais. 

 

A BitGo, que já havia recebido aprovação do Departamento de Serviços Financeiros de Nova York (NYDFS) para seu estatuto fiduciário de Nova York em 2021, está no negócio de armazenamento de criptoativos desde 2019. Nesse período, a empresa também operava sob a supervisão da BaFin, como parte de um regime de transição, conforme declarado em um comunicado de imprensa oficial.

 

A Alemanha se destaca como um dos líderes europeus no setor de custódia de criptomoedas, estabelecendo regulamentações que incentivam bancos e especialistas em custódia a lidar com ativos digitais e a oferecer serviços relacionados. A concessão da licença pela BaFin à BitGo é um passo significativo que reforça a posição da empresa como um importante ator no mercado global de ativos digitais.

 

Essa licença permitirá que a BitGo atue como uma parte vital da infraestrutura de custódia de criptomoedas na Alemanha, atendendo às necessidades crescentes dos investidores e instituições que buscam uma solução segura e regulamentada para o armazenamento de ativos digitais.