sábado, 02 de março, 2024

ETFs

A+ A-

Melver lança curso gratuito de ETFS em parceria com Nasdaq

Aulas têm como principal objetivo preparar investidores para se expor ao mercado americano de forma simples e segura

sexta, 07 de abril, 2023 - 10:00

Redação MyCryptoChannel

MELVER, edTech de formação e capacitação para o mercado financeiro, lançou no final de março, em parceria com a Nasdaq (National Association of Securities Dealers Automated Quotation System), um curso para ensinar o investidor brasileiro o que são ETFs (Exchange Traded Funds), e como investir nos ativos locais e internacionais listados na B3, a bolsa de valores do Brasil.

As aulas têm como principal objetivo preparar o investidor para se expor ao mercado americano de forma simples e segura, podendo assim montar uma carteira global de investimentos e rompendo barreiras geográficas para alocação de seus recursos.

Disponível por tempo ilimitado em sua plataforma e voltado para investidores pessoa física, o curso oferece conteúdo de qualidade sem custo algum e é liderado por Raony Rossetti, CEO e Cofundador da MELVER. São cinco módulos de estudos com quase 40 aulas inseridas na plataforma.

Todo o conteúdo fica gravado online, podendo ser acessado a qualquer hora pelo usuário. Entre os tópicos de ensino, os inscritos vão aprender sobre a diversificação do mercado de ETFs, seus benefícios, história e também sobre o universo de tecnologia blockchain e criptomoeda.

Estamos lançando o curso agora no mês de março e queremos chegar a mais de 30 mil alunos inscritos ao longo do ano. Além do conteúdo oferecer a credibilidade e a qualidade da MELVER, possui também o selo da NASDAQ, bolsa de valores americana considerada a segunda maior do mundo”, afirma Raony.

Para ter acesso ao curso, basta acessar este link.

Ethereum

Especialistas divergem sobre expecativas de aprovação de ETFs de Ethereum (ETH)

Aprovação de ETFs de ETH pela SEC ainda é incerta

sexta, 23 de fevereiro, 2024 - 16:28

Redação MyCryptoChannel

Continue Lendo...

A possível aprovação de ETFs de Ethereum (ETH) nos EUA gera expectativas e debates no mercado de criptomoedas. Alguns especialistas acreditam que os ETFs podem impulsionar o investimento institucional e o crescimento do blockchain Ethereum, enquanto outros alertam para a volatilidade e os riscos regulatórios. 

O interesse em investir em Ether cresceu significativamente após a aprovação dos ETFs de Bitcoin (BTC) à vista em janeiro. Na semana passada, o ETH ultrapassou US$ 3 mil pela primeira vez desde abril de 2022, superando o desempenho do Bitcoin. 

Especialistas divergem sobre o impacto dos ETFs de Ether no preço do ETH. Alguns acreditam que os ETFs podem levar a um crescimento sustentado, similar ao observado com ETFs de Bitcoin e ouro. Outros alertam para o risco de uma bolha especulativa.  

Porém para o chefe de derivativos da Bitfinex, Jag Kooners, “os ETFs Ethereum não causarão bolhas”. “Apesar das preocupações, o investimento institucional através de um ETF poderia estabilizar o mercado Ethereum, como visto com os ETFs de bitcoin e ouro, promovendo o crescimento sustentado.” 

Em e-mail ao CoinDesk, ele disse que “as soluções Layer 2 da Ethereum melhoram a escalabilidade, permitindo transações mais rápidas e baratas fora da blockchain principal, promovendo o crescimento”.  

Mesmo com essas especulações, a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) ainda não aprovou nenhum ETF de Ethereum e a classificação do Ether como título ou commodity ainda é incerta. No entanto, algumas empresas financeiras tradicionais acreditam que há 50% de chance de aprovação até maio. 

 

ETFs

Fluxo para ETFs de Bitcoin (BTC) à vista desacelera para menor nível em duas semanas

Entradas líquidas totalizaram apenas 500 BTCs na quarta-feira (21)

quinta, 22 de fevereiro, 2024 - 15:23

Redação MyCryptoChannel

Continue Lendo...

Os fluxos para os 10 fundos negociados em bolsa (ETFs) de bitcoin à vista registraram o menor nível em duas semanas na quarta-feira (21), com entradas líquidas de apenas cerca de 500 Bitcoins (BTC), equivalente a aproximadamente US$ 25,5 milhões, segundo dados coletados dos sites dos emissores. 

Essa é a menor entrada desde 6 de fevereiro, quando os fundos registraram saídas de cerca de US$ 100 milhões, representando uma queda significativa em relação às entradas observadas desde então. Em comparação, nos cinco dias encerrados em 16 de fevereiro, as entradas líquidas foram em média de cerca de 7 mil Bitcoins por dia, no valor de aproximadamente US$ 350 milhões. 

Grandes saídas do Grayscale Bitcoin Trust (GBTC) marcaram as transações de quarta-feira, com aproximadamente 2.652 bitcoins retirados do fundo. Essa saída significativa contribuiu para a queda geral nos fluxos para ETFs de bitcoin à vista.  

Em contraste, o iShares Bitcoin Fund (IBIT) da BlackRock e o Wise Origin Bitcoin Trust (FBTC) da Fidelity, que juntos continuam a ser os principais emissores, adicionaram um total de pouco menos de 3 mil Bitcoins. 

Os fluxos para ETFs de bitcoin à vista têm apresentado grande volatilidade nas últimas semanas, variando desde saídas de até 6.900 bitcoins em 24 de janeiro até dias como 13 de fevereiro, quando as entradas totalizaram 12.400 bitcoins.