domingo, 14 de abril, 2024

Exchanges

A+ A-

Coinbase reforça conselho consultivo global com líderes em segurança nacional

Exchange de criptomoedas busca expertise de alto nível para enfrentar desafios regulatórios nos EUA

sábado, 11 de novembro, 2023 - 12:00

Redação MyCryptoChannel

A Coinbase, uma das principais exchanges de criptomoedas do mundo, anunciou nesta terça-feira (7) a incorporação de quatro especialistas em segurança nacional ao seu Conselho Consultivo Global, em uma jogada estratégica para enfrentar desafios regulatórios nos Estados Unidos. Entre os novos membros do conselho, destaca-se o ex-secretário de Defesa dos EUA, Dr. Mark T. Esper, cuja vasta experiência em assuntos de segurança nacional traz uma perspectiva valiosa para a plataforma.

 

As outras adições ao conselho incluem Stephanie Murphy, ex-congressista da Flórida e ex-especialista em segurança nacional do Departamento de Defesa; Frances Townsend, ex-assessora de contraterrorismo e segurança interna do presidente George W. Bush; e David Urban, um lobista que também atuou como consultor sênior na campanha presidencial de Donald Trump em 2016, além de supervisionar os assuntos corporativos da ByteDance, empresa controladora do TikTok.

 

Essa nova equipe de especialistas se junta ao ex-senador Patrick Toomey (R-PA), ao ex-congressista Tim Ryan (D-OH), ao ex-congressista Sean Patrick Maloney (D-NY), Chris Lehane, diretor de estratégia da Haun Ventures, e John Anzalone, fundador da Impact Research, que compõem o conselho formado em maio de 2023.

 

A empresa enfrenta esforços para legitimar a criptomoeda nos Estados Unidos, incluindo uma disputa em curso com a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) sobre títulos não registrados. No entanto, a exchange obteve a aprovação para lidar com a compra e venda de futuros pelos clientes da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC).

Exchanges

Crypto.com lança aplicativo de negociação de criptomoedas para varejo na Coreia do Sul

Expansão ocorre apesar do aumento das regulamentações no país

terça, 02 de abril, 2024 - 19:00

Redação MyCryptoChannel

Continue Lendo...

A Crypto.com, exchange centralizada de criptomoedas, anunciou o lançamento de seu aplicativo de negociação para investidores de varejo na Coreia do Sul. A plataforma estará disponível a partir de 29 de abril e oferecerá acesso a mais de 150 criptomoedas e tokens não fungíveis (NFTs). 

Em comunicado oficial, Eric Anziani, presidente e CEO da Crypto.com, destacou a importância do mercado sul-coreano para o crescimento da empresa: "Os reguladores sul-coreanos estão avançando cuidadosamente no setor e estamos ansiosos para continuar colaborando com eles para ajudar a crescer a indústria de forma responsável." 

A nova plataforma substituirá a exchange de criptomoedas OK-Bit, adquirida pela Crypto.com em 2022. A OK-Bit encerrará suas operações em 29 de abril, coincidentemente com o lançamento do aplicativo da Crypto.com. 

A expansão da Crypto.com na Coreia do Sul se dá em um momento de intensificação das regulamentações para exchanges de criptomoedas e seus executivos no país. A Unidade de Inteligência Financeira (FIU) da Coreia do Sul tem liderado essa mudança, anunciando medidas mais rigorosas para o setor.  

 

Exchanges

Volume de negociação na Upbit despenca após alta impulsionada pelo Bitcoin (BTC)

Exchange coreana viu volume de negociação de 24 horas despencar para US$ 3,8 bilhões

segunda, 01 de abril, 2024 - 18:44

Redação MyCryptoChannel

Continue Lendo...

A Upbit, uma das maiores exchanges de criptomoedas da Coreia do Sul, viu seu volume de negociação de 24 horas despencar para US$ 3,8 bilhões no início de abril, após alcançar uma alta histórica no início de março. 

No dia 5 de março, a Upbit registrou um volume de negociação de 24 horas de quase US$ 15 bilhões, o maior do ano. Essa alta coincidiu com a nova máxima histórica do Bitcoin (BTC) de US$ 69.200. 

Na Coreia do Sul, o BTC atingiu um valor ainda mais alto, cerca de US$ 72.504 na Upbit, impulsionado por grandes investimentos em novos fundos negociados em bolsa (ETFs) de Bitcoin. Essa disparidade em relação ao preço global ficou conhecida como "Kimchi Premium". 

Após a euforia de março, o volume de negociação na Upbit caiu drasticamente. Em 31 de março, o volume chegou a US$ 2,6 bilhões, e no dia 1º de abril, se situava em US$ 3,8 bilhões. Essa queda acompanha uma tendência geral de retração no mercado de criptomoedas. 

A Dunamu, empresa controladora da Upbit, reportou uma queda de 81% nos lucros líquidos em 2023, atribuindo-a à "lentidão do mercado de investimentos" e à queda nos preços das criptomoedas.