domingo, 16 de junho, 2024

Geral

A+ A-

WhatsApp Pay anuncia integração com Pix

Opção de pagamento deve beneficiar cerca de 150 milhões de brasileiros

sexta, 07 de junho, 2024 - 17:15

Redação MyCryptoChannel

O WhatsApp anunciou integração com o Pix na última quinta-feira (6). Essa novidade, que será inicialmente disponibilizada para empresas, deve beneficiar cerca de 150 milhões de brasileiros que utilizam o aplicativo, facilitando pagamentos.  

A integração do WhatsApp Pay ao Pix foi anunciada em um evento realizado em São Paulo pelo Guilherme Horn, head de mercados estratégicos do WhatsApp. Segundo ele, a iniciativa atende à demanda dos usuários e empresas que solicitavam essa funcionalidade. 

Com a integração, as empresas poderão receber pagamentos via Pix diretamente pelo WhatsApp, sem a necessidade de redirecionar os clientes para outros canais. Isso deve facilitar o processo de compra e venda, além de reduzir custos para os negócios, que não precisarão pagar taxas adicionais.  

Horn ressalta que, apesar da oferta da ferramenta de pagamento, o WhatsApp "não se transformou em um banco". Albervan Luz, diretor de tecnologia e transformação da operadora Claro, uma das primeiras empresas a utilizar o WhatsApp Pay com Pix, destaca que a nova ferramenta "não é uma wallet, mas um facilitador de jornada" 

Além da integração com o Pix, a Meta também anunciou para julho o lançamento do "IA da Meta", chatbot alimentado por inteligência artificial (IA) integrado ao WhatsApp. O chatbot permitirá que empresas gerem imagens, anúncios publicitários e textos, por exemplo, a partir da interação com os usuários. As empresas também poderão usar o chatbot na automatização do atendimento. 

Geral

Inscrições do Enem 2024 estão abertas até 7 de junho

Governo anunciou prazo extra para o Rio Grande do Sul

segunda, 27 de maio, 2024 - 16:10

Redação MyCryptoChannel

Continue Lendo...

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024 começaram nesta segunda-feira (27). Os interessados em participar do exame que dá acesso à educação superior em todo o país devem se inscrever na Página do Participante até o dia 7 de junho. 

Esse prazo também é válido para solicitar atendimento especializado e tratamento por nome social.  As provas do Enem serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro, em todas as 27 unidades da Federação pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).  

Para realizar a inscrição, é necessário acessar a Página do Participante com o login único do Gov.br. Caso não lembre da senha, os interessados devem seguir as instruções na plataforma para recuperá-la. 

Taxa do Enem  

A pessoa que não for isento, deverá pagar a taxa de inscrição de R$ 85, até o dia 12 de junho e pode ser paga por boleto (gerado na Página do Participante), Pix, cartão de crédito, débito em conta corrente ou poupança (a depender do banco).  

A aprovação da isenção da taxa ou da justificativa de ausência no Enem 2023 não garante a inscrição automática no Enem 2024. É necessário realizar a inscrição no exame para participar. 

Nome social no Enem  

Sobre o nome social, não será necessário enviar documentos comprobatórios para utilizar o nome social no momento da inscrição. Segundo publicação do Governo Federal, “travestis, transexuais ou transgêneros receberão esse tratamento automaticamente, de acordo com os dados cadastrados na Receita Federal”.  

Parra isso “antes de se inscrever, o participante deverá verificar as informações pessoais, junto à Receita, e, se for o caso, atualizá-las.” 

Prazo extra para o Rio Grande do Sul 

Devido a situação de calamidade pública do Rio Grande do Sul, os participantes do estado terão isenção da taxa de inscrição garantida. Além disso, os moradores do RS terão um prazo extra para se inscrever.  

Publicação do Governo ainda afirma que o “Ministério da Educação (MEC) trabalha em um novo calendário para esse público”.  

 

Geral

Empresas de criptomoedas criam campanhas para vítimas de enchentes no Rio Grande do Sul

Foxbit e Bitso anunciaram campanhas de doação que dobram o valor das contribuições

segunda, 06 de maio, 2024 - 17:16

Redação MyCryptoChannel

Continue Lendo...

Em meio à devastação causada pelas fortes chuvas no Rio Grande do Sul, o mercado de criptomoedas se mobiliza para auxiliar as vítimas. As exchanges Foxbit e Bitso anunciaram campanhas de doação que dobram o valor das contribuições feitas em Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e Tether (USDT). 

Esse é o maior desastre ambiental da história do Estado. A Defesa Civil contabiliza 3 mortes, 111 desaparecidos e 291 pessoas feridas devido às fortes chuvas na região. Além disso, 149,3 mil pessoas tiveram que sair de suas casas, sendo que 20 mil foram encaminhadas para abrigos e 129,2 mil estão desalojadas.  

Dos 496 munícipios do Estado, 364 foram atingidos e estimativas indicam que 873 mil pessoas foram atingidas pelo desastre de alguma forma. Com essa situação, a Foxbit lançou a campanha "Ajude o Rio Grande do Sul" na sexta-feira (3).  

A campanha tem o "objetivo de mobilizar recursos de forma rápida e eficiente para oferecer o máximo de apoio possível às vítimas deste trágico evento." A Foxbit prometeu duplicar o valor doado até o limite de R$ 50 mil para doações feitas com BTC, ETH e USDT.  

O dinheiro arrecado será revertido para ONGs (organizações não governamentais locias) que "estão liderando os esforços de auxílio e reconstrução" do Rio Grande do Sul. A arrecadação acontecerá até amanhã (7). 

Já a Bitso, anunciou a sua campanha "SOS Rio Grande do Sul”, no domingo (5). Em uma postagem no X, antigo Twitter, a empresa informou que "A cada R$1 doado em cripto, a Bitso vai dobrar a doação”. As doações poderão ser feitas no aplicativo da exchange.