sexta, 12 de julho, 2024

SEC

A+ A-

Terraform Labs encerrará operações após acordo bilionário com a SEC

Empresa de blockchain entrega controle à comunidade após acordo de US$ 4,47 bilhões com a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA

quinta, 13 de junho, 2024 - 18:45

Redação MyCryptoChannel

O CEO da Terraform Labs, Chris Amani, anunciou na quarta-feira (12) que a empresa encerrará suas atividades após chegar a um acordo de US$ 4,47 bilhões com a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC). 

Esse encerramento inclui a venda de projetos-chave dentro do ecossistema Terra e a transferência do controle da blockchain Terra para a comunidade. 

A Terraform Labs  "sempre teve a intenção de se dissolver em algum momento, e esse momento é agora. Vamos encerrar as operações completamente”, disse  Amani. “Estávamos bem-posicionados para acelerar as coisas se tivéssemos vencido o julgamento, mas, infelizmente, perdemos e, como resultado, não podemos mais operar." 

O acordo com a SEC implica a devolução de US$ 3,58 bilhões — desistindo dos lucros obtidos de forma ilícita ou antiética — além de uma multa civil de US$ 420 milhões. 

 A empresa decidiu encerrar suas operações sob a liderança de Amani, que assumiu o cargo após Do Kwon, em julho de 2023. Amani confirmou a intenção de queimar as participações investidas e não investidas da empresa após entrar no lugar de Do Kwon.  

Criptomoedas

Terraform Labs concorda em pagar US$ 4,47 bilhões à SEC

Do Kwon, ex-CEO da Terraform Labs, assume a responsabilidade por uma parcela significativa das reparações

quarta, 12 de junho, 2024 - 18:10

Redação MyCryptoChannel

Continue Lendo...

Em um acordo com a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), a Terraform Labs, empresa responsável pelo desenvolvimento do ecossistema Terra (LUNA), concordou em pagar aproximadamente US$ 4,47 bilhões em reparações.  

O acordo visa reparar os danos causados aos investidores pelo colapso do TerraUSD (UST) e da Luna (LUNA). As reparações totais incluem multas de restituição de aproximadamente US$ 3,6 bilhões, uma multa civil de US$ 420 milhões e juros de pré-julgamento de quase US$ 467 milhões. 

O ex-CEO da Terraform Labs, Do Kwon, assume a maior parte da responsabilidade financeira, sendo responsável por US$ 110 milhões em multas de restituição, US$ 80 milhões em multas civis e aproximadamente US$ 14,3 milhões em multas de juros de pré-julgamento.  

Segundo o pedido de acordo, "o pagamento das reparações monetárias contra Kwon será considerado satisfeito, desde que todas as transferências de Kwon para a SEC e para o espólio de falência da Terraform no Caso de Falência totalizem não menos que US$ 204.320.196”.  

Além disso, todos os criptoativos pertencentes à Luna Foundation Guard e as participações em tokens Pyth Network (PYTH) de Kwon serão transferidos para cobrir o custo das multas de restituição e juros de pré-julgamento. 

A SEC processou a Terraform Labs em 2023. A acusação dizia que a empresa e seu fundador, Do Kwon, venderam valores mobiliários não registrados e enganaram os investidores quanto à estabilidade do UST e da LUNA. 

  

SEC

SEC manterá ações contra exchanges de criptomoedas, afirma presidente do órgão

Gary Gensler, chefe da SEC, reforça que as exchanges de criptomoedas podem enfrentar medidas coercitivas, independentemente das divulgações feitas aos investidores de varejo.

quarta, 05 de junho, 2024 - 17:52

Redação MyCryptoChannel

Continue Lendo...

Em uma entrevista à CNBC nesta quarta-feira (5), Gary Gensler, presidente da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), afirmou que os agentes federais de valores mobiliários continuarão a instaurar ações coercivas contra exchanges de criptomoedas, mesmo que essas plataformas divulguem os riscos de seus produtos aos investidores de varejo. 

Gensler destacou que a divulgação de informações não oferece imunidade às exchanges de criptomoedas se estas estiverem “manipulando o mercado”.  

Ele ainda falou que as empresas não estão protegidas de ações judiciais caso divulguem informações enganosas que induzam investidores a aplicar dinheiro em produtos que não investiriam de outra forma. 

“A divulgação não protege necessariamente um mau ator”, argumentou Gensler. “Você não pode simplesmente divulgar isso.” O presidente da SEC destacou que a maioria das empresas de criptografia ainda não emite qualquer tipo de divulgação. 

Nos últimos anos, a SEC tem intensificado a fiscalização da indústria de ativos digitais, especialmente após o colapso da exchange de criptomoedas FTX. A agência reguladora já processou grandes empresas do setor como Kraken e Binance e ainda está conduzindo um processo civil contra a Coinbase.