quinta, 22 de fevereiro, 2024

Regulamentação

A+ A-

PL dos EUA anuncia multa ou pena de 5 anos para empresas que emitirem stablecoins sem autorização

Caso seja aprovado, projeto de lei pretende exigir que fornecedores mantenham reservas que apoiem suas moedas em uma "base de pelo menos um para um"

segunda, 17 de abril, 2023 - 09:43

Redação MyCryptoChannel

Antes de uma audiência que ocorrerá na próxima quarta-feira (19), o Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos Estados Unidos divulgou um projeto de lei sobre a regulamentação de stablecoins.

O subcomitê de ativos digitais, tecnologia financeira e inclusão se reunirá durante esta semana para discutir o papel das criptomoedas em uma sessão intitulada: "Compreendendo o papel da Stablecoin nos pagamentos e a necessidade de regulamentação".

Acredita-se que a discussão se concentre no projeto de lei de 73 páginas, publicado no último fim de semana, que busca aumentar a supervisão das stablecoins após o colapso multibilionário do TerraUSD (UST) no ano passado.

O projeto de lei pretende exigir que os fornecedores de stablecoin mantenham reservas que apoiem suas moedas em uma "base de pelo menos um para um".

Caso esse PL seja formalmente apresentado e aprovado, o conselho de governadores de Fed (Federal Reserve) supervisionará instituições financeiras que emitem stablecoins. Entidades que emitirem esses ativos sem a devida aprovação estão sujeitas a uma multa que chega a US$ 1 milhão. Outra pena é uma prisão que pode durar até cinco anos.

Cibercrimes

Protocolo DeDi Abracadabra Finance sofre ataque de segurança de US$ 6,4 milhões

Ataque explora falha de arredondamento e drena milhões do projeto

terça, 30 de janeiro, 2024 - 10:11

Redação MyCryptoChannel

Continue Lendo...

O protocolo de finanças descentralizadas (DeFi) Abracadabra Finance foi vítima de um ataque de segurança significativo na segunda-feira (30), resultando no roubo de mais de US$ 6,4 milhões em criptomoedas. 

 

 

Analistas da Blocksec identificaram a causa do ataque como um problema de arredondamento no contrato inteligente do projeto, conhecido como "perda de precisão". Isso permitiu que o invasor explorasse o sistema e obtivesse um grande número de tokens MIM com menos garantias do que o esperado. 

 

 

"Nossa análise indica que a causa raiz se deve à perda de precisão, o que leva ao desvio do cheque de insolvência. Como resultado, o invasor poderia pegar emprestado um grande número de tokens MIM com menos garantias", disse o diretor de tecnologia da Blocksec, Lei Wu. 

 

 

A Abracadabra Finance oferece aos usuários a capacidade de depositar diversas criptomoedas como garantia para empréstimos na stablecoin Magic Internet Money (MIM). O ataque causou uma queda momentânea do MIM para menos de US$ 0,7, antes de se recuperar para US$ 0,96. 

 

 

A equipe da Abracadabra Finance reconheceu o ataque em um comunicado: "Estamos cientes de uma exploração envolvendo certos caldeirões no Ethereum. Nossa equipe de engenharia está fazendo triagem e investigando a situação." 

 

 

Para mitigar os danos, o projeto anunciou que seu tesouro DAO "comprará MIM do mercado" e os queimará, reduzindo a oferta e aumentando o valor da stablecoin. 

 

 

 

Cibercrimes

Julgamento do ex-CEO da Terraform Labs adiado para março

Do Kwon enfrenta acusações de fraude relacionadas ao colapso da stablecoin Terra USD

quarta, 17 de janeiro, 2024 - 09:53

Redação MyCryptoChannel

Continue Lendo...

O julgamento do ex-CEO da Terraform Labs, Do Kwon, foi adiado para 25 de março, depois que o juiz Jed Rakoff do Tribunal Distrital dos Estados Unidos para o Distrito Sul de Nova York reconheceu que Kwon provavelmente não seria extraditado do Montenegro antes dessa data. 

 

 

Os advogados de Kwon pediram o adiamento do julgamento na semana passada, argumentando que o ex-CEO provavelmente não seria extraditado antes de fevereiro ou março. Eles disseram que o processo de extradição tem sido lento e complicado por pedidos de duelo e pelo fato de Kwon estar cumprindo uma sentença em Montenegro. 

 

 

Rakoff concordou com os advogados de Kwon, dizendo que "não há garantia absoluta de que ele será libertado a tempo de comparecer a um julgamento no final de março".“No entanto, o Tribunal irá satisfazer o pedido do seu advogado, dado o seu reconhecimento expresso de que o julgamento não pode ser adiado”, completou Rakoff. 

 

 

Kwon é acusado pela Comissão de Valores Mobiliários (SEC) de fraude relacionada ao colapso da stablecoin Terra USD.  Kwon foi preso em março de 2023 no aeroporto de Tivat, em Montenegro, por tentar viajar com documentos falsos.