sábado, 02 de março, 2024

Toknes

A+ A-

Web3 Chiru Labs e IPX anunciam parceria para criar oportunidades às marcas

Detentoras de linhas como LINE FRIENDS, Azuki e BEANZ, empresas esperam que colaboração aumente destaque no mercado

quarta, 12 de abril, 2023 - 11:25

Redação MyCryptoChannel

A Web3 Chiru Labs, empresa responsável pelas coleções de tokens não fungíveis (NFTs) Azuki e BEANZ, e a IPX, empresa-mãe dos personagens LINE FRIENDS, anunciaram nessa quarta-feira (12) uma parceria para criar novas oportunidades para suas marcas e fãs.
As duas empresas colaborarão em conteúdo, publicidade, distribuição de varejo e experiências imersivas no metaverso, inicialmente concentrando-se nos NFTs BEANZ e nos personagens LINE FRIENDS.


A IPX cresceu graças a linha LINE FRIENDS, originária em adesivos dentro do aplicativo de mensagens LINE, transformando-se em uma marca de propriedade e realizando colaborações com empresas como Starbucks, Netflix e McDonalds, até mesmo grupos de K-Pop BTS. 


"Estamos animados em colaborar com a IPX, que é líder global na construção de marcas inovadoras de propriedade intelectual de personagens amados por milhões de fãs ao redor do mundo. A PI está evoluindo, e vemos a comunidade web3 como uma parte integrante dessa próxima onda. Mal podemos esperar para unir o mundo dos BEANZ com os LINE FRIENDS." disse Zagabond, fundador e CEO da Chiru Labs.


A Chiru Labs é mais conhecida por sua coleção de NFTs inspirada em anime que arrecadou 470.994 ETH em volume de negociação desde seu lançamento em janeiro de 2022. A empresa também fez manchetes por pioneirismo em "tokens físicos garantidos" (PBTs) como parte de uma venda de oito skates dourados apoiados em NFTs, que arrecadou US$2,5 milhões.

Tokens

Hack de US$ 112,5 milhões em XRP causa queda de 5% no token da Ripple

CEO da empresa disse que violação aconteceu apenas em contas pessoais

quarta, 31 de janeiro, 2024 - 14:12

Redação MyCryptoChannel

Continue Lendo...

O token XRP da Ripple Labs sofreu uma queda de mais de 5% nesta quarta-feira (30) após especulações de que a rede teria sido hackeada no valor de US$ 112,5 milhões. 

 

Apesar de inicialmente se temer que a própria Ripple tivesse sido comprometida, o CEO da empresa, Chris Larsen, esclareceu em uma publicação no X, antigo Twitter, que a violação ocorreu em suas "contas pessoais de XRP". “Conseguimos rapidamente detectar o problema e notificar as exchanges para congelarem os endereços afetados. A aplicação da lei já está envolvida”, esclareceu Larsen.  

 

O detetive Blockchain ZachXBT, foi o primeiro a identificar o problema e comunicou a transferência de 213 milhões de tokens XRP provenientes de uma considerável carteira na blockchain XRP Ledger. Posteriormente, os fundos foram sujeitos a operações de lavagem por meio de diversas exchanges, incluindo Binance, Kraken e OKX. 

 

 

O XRP é a sexta maior criptomoeda em valor de mercado, de acordo com a CoinMarketCap. O token está sendo negociado atualmente a US$ 0,497, tendo começado o dia em US$ 0,525, segundo dados do CoinDesk. 

Tokens

Comissão de Valores Mobiliários (CVM) aprova lançamento de dois tokens RWA

Estar finance e SMU Investimentos captam R$ 2,3 milhões em ativos tokenizados

segunda, 22 de janeiro, 2024 - 13:53

Redação MyCryptoChannel

Continue Lendo...

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) aprovou o lançamento de dois novos tokens RWA, na blockchain Stellar (XLM), ligados ao resultado financeiro de uma rede de motéis e uma proptech no Brasil. 

 

 

A primeira operação, realizada pela estar finance em parceria com a Blox, envolveu a captação de R$ 1,4 milhão referente à participação societária da unidade Vale dos Sinos da rede de motéis Drops. 

 

 

O CEO da estar finance, Pedro Rodrigues, disse que “o grande propósito da estar finance é apresentar uma plataforma robusta para entregar liquidez e gerenciar pagamentos de investimentos tokenizados. Nossa plataforma foi desenvolvida em um projeto da CVM”.  

 

 

“Trabalhamos com sistema de encontro de ordem (matching engine) da Nasdaq, possibilitando liquidez para um investimento de longo prazo e acesso a para investidores que não tiveram oportunidade de participar da oferta primária”, completou.  

 

 

O segundo lançamento, realizado pela SMU Investimentos em parceria com a Moreco, envolveu a captação de R$ 913 mil em Notas Comerciais, com juros pré-fixados de 1,90% ao mês. Além de pagamentos trimestrais na plataforma, num prazo de 36 meses. 

 

 

O sócio fundador da Moreco, Thomaz Yves, afirmou “onde houver uma unidade Moreco sempre haverá tecnologia e marcas fortes envolvidas”. “Alugamos construções modulares sustentáveis móveis para gerar maior valor para quem aluga e quem investe, por meio de tecnologia construtiva e imobiliária, além de atendimento 100% web, sem papelada ou burocracias, tornando as transações mais rápidas e eficientes”