sábado, 02 de março, 2024

Banco Central

A+ A-

Diretor de Regulação do BC afirma que discussão sobre tokenização será prioridade em 2023

Executivo participou do evento promovido pelo Bradesco e destacou transformação digital, sustentabilidade e estabilidade financeira

terça, 04 de abril, 2023 - 16:31

Ettory Jacob

Otávio Damaso, diretor de Regulação do Banco Central (BC), afirmou nesta terça-feira, 4, que a discussão sobre ativos digitais e tokenização será uma das prioridades do seu departamento em 2023. O executivo participou do evento organizado pelo Bradesco BBI nesta tarde.


"É uma agenda que vai ocupar a área regulatória em 2023, 2024 em diante, que casa muito com a questão do CBDC (Central Bank Digital Currency, na sigla em inglês), do real digital", comentou.


Damaso citou como prioridade para 2023 completar a nova legislação cambial do País. Quanto a inovação, o diretor do BC falou da importância de se avançar na discussão sobre a finalização do Open Finance. Em que, de acordo com Damaso, "já se tornou realidade" e já permite que clientes executem produtos e serviços de um banco a partir do outro.


O diretor também destacou que três principais drivers da área em 2023 serão a transformação digital, a sustentabilidade e a estabilidade financeira.


Quanto a estabilidade financeira, o Damaso destacou que é necessário acompanhar questões "estruturais e conjunturais". Como o comportamento do mercado de crédito.


Já para a transição digital, Damaso disse que o processo é visto pelo regulador sob "vários prismas" e com destaque para o processo de tokenização da economia.
 

Tokens

Hack de US$ 112,5 milhões em XRP causa queda de 5% no token da Ripple

CEO da empresa disse que violação aconteceu apenas em contas pessoais

quarta, 31 de janeiro, 2024 - 14:12

Redação MyCryptoChannel

Continue Lendo...

O token XRP da Ripple Labs sofreu uma queda de mais de 5% nesta quarta-feira (30) após especulações de que a rede teria sido hackeada no valor de US$ 112,5 milhões. 

 

Apesar de inicialmente se temer que a própria Ripple tivesse sido comprometida, o CEO da empresa, Chris Larsen, esclareceu em uma publicação no X, antigo Twitter, que a violação ocorreu em suas "contas pessoais de XRP". “Conseguimos rapidamente detectar o problema e notificar as exchanges para congelarem os endereços afetados. A aplicação da lei já está envolvida”, esclareceu Larsen.  

 

O detetive Blockchain ZachXBT, foi o primeiro a identificar o problema e comunicou a transferência de 213 milhões de tokens XRP provenientes de uma considerável carteira na blockchain XRP Ledger. Posteriormente, os fundos foram sujeitos a operações de lavagem por meio de diversas exchanges, incluindo Binance, Kraken e OKX. 

 

 

O XRP é a sexta maior criptomoeda em valor de mercado, de acordo com a CoinMarketCap. O token está sendo negociado atualmente a US$ 0,497, tendo começado o dia em US$ 0,525, segundo dados do CoinDesk. 

Tokens

Comissão de Valores Mobiliários (CVM) aprova lançamento de dois tokens RWA

Estar finance e SMU Investimentos captam R$ 2,3 milhões em ativos tokenizados

segunda, 22 de janeiro, 2024 - 13:53

Redação MyCryptoChannel

Continue Lendo...

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) aprovou o lançamento de dois novos tokens RWA, na blockchain Stellar (XLM), ligados ao resultado financeiro de uma rede de motéis e uma proptech no Brasil. 

 

 

A primeira operação, realizada pela estar finance em parceria com a Blox, envolveu a captação de R$ 1,4 milhão referente à participação societária da unidade Vale dos Sinos da rede de motéis Drops. 

 

 

O CEO da estar finance, Pedro Rodrigues, disse que “o grande propósito da estar finance é apresentar uma plataforma robusta para entregar liquidez e gerenciar pagamentos de investimentos tokenizados. Nossa plataforma foi desenvolvida em um projeto da CVM”.  

 

 

“Trabalhamos com sistema de encontro de ordem (matching engine) da Nasdaq, possibilitando liquidez para um investimento de longo prazo e acesso a para investidores que não tiveram oportunidade de participar da oferta primária”, completou.  

 

 

O segundo lançamento, realizado pela SMU Investimentos em parceria com a Moreco, envolveu a captação de R$ 913 mil em Notas Comerciais, com juros pré-fixados de 1,90% ao mês. Além de pagamentos trimestrais na plataforma, num prazo de 36 meses. 

 

 

O sócio fundador da Moreco, Thomaz Yves, afirmou “onde houver uma unidade Moreco sempre haverá tecnologia e marcas fortes envolvidas”. “Alugamos construções modulares sustentáveis móveis para gerar maior valor para quem aluga e quem investe, por meio de tecnologia construtiva e imobiliária, além de atendimento 100% web, sem papelada ou burocracias, tornando as transações mais rápidas e eficientes”